quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Como usar o iluminador


Quem acompanhou as passarelas deste ano já sabe: pele iluminada é aposta certa para o verão. Na primavera/verão 2015, a palavra de ordem é deixar a pele brilhar - mas nos lugares certos! É por isso que os iluminadores estão bombando. Seja aplicado nas maçãs do rosto, sobre os lábios (dica que veio direto de Paris!), ou por todo o rosto, o efeito vai brilhar nas altas temperaturas – em versões mais ou menos “molhadas”.

O uso do iluminador é mais indicado para a noite, pois como o próprio nome sugere ele confere brilho ao make. Se você quiser usar durante o dia, tome cuidado com a quantidade para não ficar carregada. Por ser mais claro que o restante da maquiagem, ele destaca os pontos onde é aplicado, então, evite utilizá-lo nas partes do rosto que você não gosta muito. 
Ilumine pontos estratégico, aplicar o iluminador nas têmporas – a região formada pelo ossinho da bochecha - é um jeito clássico de iluminar a maquiagem. Para melhor visualização, imagine uma letra C em volta da área externa dos olhos e aplique o produto. Prefira a versão em pó e aplique com um pincel de blush.

Para levantar o olhar, ilumine a região abaixo da sobrancelha, assim você irá destacar o olhar. O iluminador deve ser passado abaixo da parte mais alta. Na hora de comprar, escolha uma cor clara (de preferência em pó ou cremosa) e aplique com cuidado, com um pincel ou até com o dedo.

Para o efeito de uma pele iluminada naturalmente, aplique o produto nas regiões que refletem a luz que o rosto recebe, como o nariz e o queixo. Uma camada fina no ossinho do nariz e um pouco no centro do queixo farão um bom trabalho. Se a pele for oleosa, pegue leve na quantidade. Tome cuidado com a “zona t”. Se aplicar na testa, cuidado para não ficar com aparência de pele oleosa. No nariz também é um risco, pois pode dar a impressão de que ele é maior do que realmente é.
 
Além de existir em diversos tons, que beneficiam tanto peles mais claras como morenas e negras, o iluminador também pode ser encontrado em texturas diferentes, como cremoso, líquido ou em pó. 



- Iluminador em pó: De fácil aplicação, ele deixa um ar natural. Esta é a melhor opção para quem tem a pele oleosa. Pode ser aplicado com um pincel pequeno para blush ou com uma esponja. 
- Líquido: A melhor forma de passar o iluminador líquido é com os dedos. Aplique pequenas quantidades e espalhe bem, dando leves batidinhas! 
- Cremoso: O iluminador cremoso pode ser aplicado logo após a base, antes do pó, para deixar a pele “sequinha”. Cuidado para não exagerar na quantidade, já que ele costuma ser um pouco mais difícil de espalhar. 
- Em lápis: Esta é uma opção bastante prática. Para utilizá-la faça uns pontinhos com o lápis nos locais desejados e depois espalhe com o dedo.
 
Caso você não tenha ainda um iluminador, saiba que o ponto de luz facial pode ser criado com sombras claras e cintilantes. As cintilantes fazem um trabalho mais eficiente, principalmente para levantar o olhar. Antes da aplicação, a pele deve estar limpa,bem preparada e o mais leve possível para não saturar a produção.




Assistam o vídeo da Vanessa Rozan que ela explica direitinho como usar o iluminador:

Postagens populares